Our Lady of Fatima

 

A consagração do país muçulmano ocorreu em 2017, ano do centenário das aparições de Fátima

Oficialmente, não há católicos nativos no Afeganistão, embora uma capela tenha sido construída em Cabul em 1933, na embaixada italiana.

Esta capela serve aos estrangeiros católicos que residem na capital, ao mesmo tempo que é uma forte presença espiritual no país. Tata-se, portanto, de um símbolo de oração contínua pela paz.

 

Em 2017, o Pe. Giovanni Scalese, capelão da Capela Nossa Senhora da Divina Providência em Cabul, presidiu uma cerimônia de consagração, na qual colocou todo o Afeganistão sob a proteção de Nossa Senhora de Fátima e do seu Imaculado Coração.

De acordo com a agência AsiaNews, ele fez isso porque, “pode-se dizer que a situação se deteriorou gradualmente. Então aqui está a ideia de recorrer ao Céu como último recurso. Este ano [2017] é o centenário de Fátima, hoje é o aniversário da última aparição: por que não nos dedicarmos (como indivíduos e como comunidade cristã) e consagrarmos este país ao Imaculado Coração de Maria?

Além disso, o sacerdote realmente acreditava que, como todas as intervenções militares falharam no Afeganistão, a oração era o último recurso para reverter o quadro.

 
 

Nas suas aparições em Fátima, Nossa Senhora explicou às crianças como os atos de consagração podem trazer paz:

Virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos primeiros sábados.

Se meus pedidos forem atendidos, a Rússia se converterá e haverá paz.”

Acima de tudo, Nossa Senhora de Fátima exortou todos a rezarem o Rosário e prometeu que o seu Imaculado Coração triunfaria.

 

fonte:

Sidney de Almeida | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 17/08/21

0
0
0
s2sdefault